domingo, 25 de março de 2012

GRAND THEFT AUTO: SAN ANDREAS!

Escrito e editado por: Edu-jb

Gênero: Ação
Plataforma: Playstation 2, Xbox, PC
Ano de Lançamento: 2004
Produtora: Rockstar North
Revisão: quando Grand Theft Auto foi lançado em 1997 para Playstation, Gameboy e PC, um novo conceito de jogo surgiu: a livre exploração do ambiente. Este conceito até aparecia em alguns jogos antes, mas nunca com tanta complexidade. As sequências do GTA original foram acrescentando cada vez mais elementos e o jogo foi ganhando o mundo, sempre com muitos fãs e muita polêmica. GTA III, de 2001, revolucionou os games da sexta geração, sendo talvez o jogo mais influente desta época. Após o incrível sucesso de GTA Vice City (clique aqui para ver a nossa review), em 2004 a Rockstar North lançou o quinto jogo da série. Ambientando no estado fictício de San Andreas (uma versão modificada dos estados de Califórnia e Nevada), o jogo ampliou a ideia original da série trazendo diversos novos elementos, como novos veículos (militares, aviões, barcos, bicicleta), habilidades (nadar, lutar, saltar de paraquedas), estabelecimentos (casas noturnas, clubes de dança, supermercado, lojas de roupas) e até alguns atributos comuns em RPG, como barra de vida, de energia, de músculo, de gordura, sex appeal, tudo aumentando conforme você "treina". O jogo inicia em 1992 quando Carl Johnson (CJ) retorna a sua cidade natal, Los Santos (Los Angeles), após 5 anos vivendo em Liberty City, depois de receber a notícia da morte de sua mãe. Ao retornar, CJ é extorquido pelo oficial de polícia Frank Tempenny e seu parceiro Eddie Pulanski. CJ retorna para sua antiga família, a Gangue da Rua Groove, reencontrando seu irmão Sean "Sweet" Johnson, Melvin "Big Smoke" Harris e Lance "Ryder" Wilson. Em sua luta para retomar o antigo respeito de sua família, CJ precisa recuperar o respeito de seu irmão Seeet, resolver problemas de sua irmã Kandl, que namora um membro da máfia latina, Cesar Vialpando, além de descobrir quem estava por trás do carro verde que matou sua mãe. GTA San Andreas tem um roteiro muito consistente e muitas opções de coisas para fazer, agradando aqueles que querem apenas uma jogada eventual para passar o tempo ao mesmo tempo que aqueles que querem uma boa história e um jogo divertido, algo extremamente raro. Além das missões do storyline há muitas outras, com diferentes níveis de dificuldade, o que torna ele acessível para qualquer um (por lei, maior de idade). Por fim, a violência gratuita, tão criticada nos jogos anteriores (fato que levou a proibição em alguns países), continua presente, mas não há recompensa por ela, fica a critério do jogador.

Jogabilidade: a movimentação do personagem ocorre pela alavanca da esquerda, no esquema clássico do ps2. A alavanca da direita movimenta a câmera. Os demais controles dependem da situação, a pé ou em algum veículo, sendo diferente em moto, carro, barco, avião ou helicóptero. As armas permitem a mira automática pressionando o R1 ou a mira manual, utilizando a alavanca da direita. O personagem responde rápido aos comandos e os veículos são leves e fáceis de dirigir, o que tira um pouco da realidade mas acrescenta muito em diversão. Os aviões e helicopteros tem movimentação relativamente real, sendo que os comandos podem ser um problema para algumas pessoas. O jogo apresenta muitos extras como em seus antecessores, como os pulos únicos, missões de corrida, roubo de carros específicos e alguns itens colecionáveis como ostras, ferraduras, fotos e pichações. Os extras dão boas recompensas, como armas, coletes, explosivos, veículos ou habilidades especiais.

Pros: a variedade de possibilidades deste jogo é incrível. As muitas missões opcionais e extras garantem mais de 100 horas para quem deseja realizar tudo que é possível. Mesmo após completar o jogo ainda é possível continuá-lo, seja para realizar algum extra deixado para trás, seja para manter o relacionamento com as namoradas, seja para apenas explorar o gigantesco cenário em um dos diversos veículos. É praticamente impossível ficar entediado quando se tem tantas opções como bicicleta, motos, carros, barcos, aviões, helicópteros e até um caça! Além disso, quem gosta de jogos com boa história não vai se decepcionar. GTA SA está longe de ser o "jogo que incita violência" como a midia leiga tentou colocar. Ele tem um roteiro trabalhado e personagens cativantes que fazem o jogador se sentir um membro daquela família. Os veículos de solo apresentam um controle simples e objetivo (mesmo que por vezes fuja um pouco à realidade), facilitando muito a vida dos jogadores que desejam passar o tempo. Já os veículos de água e de vôo tem uma realidade impressionante, além de ser muito divertido controlar e manobrar. Os cenários são realmente muito bem elaborados, retratando de fato um estado inteiro, com três grandes cidades, várias cidades pequenas com aspecto interiorano, campos, montanhas, praias e deserto. Por fim vale lembrar das rádios do jogo, com coletâneas de grandes clássicos da música, capaz de agradar virtualmente qualquer pessoa independente do gosto musical, havendo estações de pop, country, groove, reggae, hard rock, heavy metal, funk e dance.

Contras: o jogo apresenta muitos bugs (travas, problema na dublagem, cenário que some e reaparece quando você bate, enfim), o que atrapalha bastante e pode ser responsável pelo jogador ter que repetir algumas missões. As armas, presentes em grande número, poderiam ter sido melhor trabalhadas. A mira automática é bem idiota e tende a mirar no inimigo mais distante e inofensivo. Aliás, no quesito tiro o jogo ainda tem bastante o que melhorar já que mira manual é lenta, o headshot é difícil e não há como se proteger enquanto atira.

Screenshots:











Trailer:



Considerações Finais: San Andreas conseguiu fazer o que poucos jogos haviam feito, unir os gamers que curtem jogos complexos com aqueles que querem apenas jogar para se divertir e passar o tempo, contando com muitas possibilidades, uma história sólida e músicas muito bem escolhidas. Não é por acaso que foi o jogo mais vendido do PS2 e mesmo hoje, com os jogos da sétima geração, permanece sendo um grande sucesso, ainda considerado por muitos (eu inclusive) o melhor jogo da série. Aos que ainda não jogaram, esse jogo é recomendadíssimo para qualquer um que goste de algum tipo de jogo de ação. Um detalhe interessante é que a dublagem do oficial Frank Tempenny foi realizada pelo ator Samuel L. Jackson, célebre por seus filmes de ação neste estilo.


8 comentários:

  1. É isso ai cara. Bela review para um game único. GTA: San Andreas é um game que conseguiu ser aquele game que todos os jogadores pensavam em um dia ter a sua disposição, onde você pensa em fazer algo aparentemente absurdo e de repente percebe que a engine do game permite você fazer muito mais do que você imaginava! A pouca limitação (ou nenhuma limitação) de GTA: SA é algo fascinante! O tamanho das cidades, o tamanho das áreas de campo, a possibilidade de trilhas por montanhas gigantescas, navegar de uma costa a outra, explorar bases e outros diversos mistérios que os desertos escondem. No fim das contas, eu e você jogamos esse game como loucos durante meses e meses (juntos e separados) e ainda assim, tenho a total certeza de que temos muito a conhecer nele! Justamente como conversávamos há esses dias, GTA: SA foi tão genial e tão "aberto", vamos dizer assim, que quando se diz: "Vamos jogar GTA", já se sabe de qual GTA esta se falando: GTA: San Andreas! Creio que esse foi o game que melhor explorou o conceito de Open World (ou Free Roam) que depois passou a ser usado em diversos games. As vendas absurdas não foram à toa. O game de fato foi revolucionário, apresentando tantas... TANTAS possibilidades, que são o suficiente para prender um Gamer por meses, na vontade de explorar absolutamente tudo que é possivel, cada canto, cada milímetro do mapa (o que eu particularmente acho que é uma busca eterna, mas que é extremamente divertido de se tentar). Resumindo: O GAME QUE NÃO ENJOA NUNCA! Perdão pelo tamanho do comentário, mas foi inevitável. Esse foi um comentário de um Gamer que se viciou nesse grande jogo, que vicia de uma forma boa, sem trazer perdas! Além de tudo, estamos falando de um game que reflete diretamente em bons momentos que passamos nos divertindo, jogando GTA nos intervalos de nossas temporadas de Survival Horror (que alias me apresentaram games que hoje são listados no topo das minhas preferências. Muito obrigado por Haunting Ground, Fatal Frame, Resident Evil, Silent Hill. Mas isso é historia para outras postagens hehehheheheheh)! Saudades desse tempo cara! Saudade de GTA também (iremos jogar assim que tivermos uma oportunidade hehehheheheheheh)! Abração brother! Parabéns pela review! E novamente, perdão por te fazer ler tudo isso... tenho tendência de escrever demais dependendo do assunto em questão. Fiz quase um segunda review aqui HAhHAHHAHhHAhHAhHAhH!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah, tu lembrou de tempos muito bons... jogar Survivals com intervalos de GTA (competição de quem faz mais idiotice, quem voa melhor ou guerra com a polícia) era de fato muito divertido.

      E GTA SA é um jogo impressionante pelo tamanho e pelas possibilidades, você pode andar no veículo que quiser, pela cidade que quiser, com as roupas que quiser, com o corte de cabelo que quiser e com o físico que quiser. Ao pessoal que entrou nos games direto na sétima geração e para aqueles em geral que por algum motivo não jogaram este jogo eu reforço o meu convite, JOGUEM! Quem curte GTA IV vai gostar deste jogo, ele não é apenas uma versão desatualizada ou ultrapassada, aliás muito longe disso.

      Obrigado pelos comentários e abraço aos amigos.

      Excluir
  2. Acho que vou escrever muita coisa que nem o Mr Game World, então já deixo os parabéns pelo review muito bom, Edu xD.
    Cara, esse GTA marcou uma das melhores épocas da minha vida, senão a melhor. Bons tempos que minha turma se reunia pra ficar jogando isso. Lembro que nos intervalos do colégio a gente entrava na net pra procurar cheats, comprava revistas pra isso, e até hoje guardo de cabeça alguns cheats do San Andreas de tanto que usei. Sorte que não ferrei meu save com isso kkk.
    Mas realmente, na época eu tinha acabado de jogar o GTA 3 e já achava a liberdade dele incrível. Mal eu tinha acabado ele e saiu o San Andreas e quando peguei, pqp - perdão u.u - mas aquilo me deixou de queixo caído! O mapa gigantesco, mais opções que davam a sensação de liberdade ainda maior, gráficos mais agradáveis, uma seleção de músicas que agrada todo mundo. Nossa, foi vício na certa, joguei muito. Pode parecer estranho, mas esse é um dos jogos que minha mãe mais gosta hahahahahahaha. Ela adora ouvir as músicas country da K Rose e de ver as áreas rurais kkk. Só não fico metendo bala em todo mundo quando ela vê jogar, se bem que geralmente já não faço isso xD
    Mas voltando ao principal, é simplesmente mágico perder um tempo pra percorrer de carro as estradas de San Andreas e não sei quanto a vocês, mas os efeitos de luz do amanhecer nesse GTA são muito lindos. Lembro que ele era marcante pelos boatos também como o do suposto Pé Grande entre outras coisas. Polêmicas épicas como o do minigame Hot Cofee - acho que era esse o nome -, enfim, tudo nesse game foi feito pra causar, não tem jeito. Mesmo depois de zerar, continuar dando um rolê de carro por ai, pegar um avião, jogar num cassino, ir na academia, arranjar uma treta entre gangues, é verdade, não dá pra enjoar. Vale lembrar os mods que fizeram também como o Rio de Janeiro, Tropa de Elite e sei lá quantos mais - acho a maioria tosco mas enfim -, é mais uma prova da popularidade que esse jogo conseguiu e até hoje tem. Todo mundo que comprava m PS2 já queria logo de cara GTA SA. Um dos marcos dos videogames dentro de seus méritos de liberdade, grandiosidade e ousadia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cara, GTA SA também fez parte de uma das melhores fases da minha vida, como comentamos, o Mr. Gameworld e eu, logo acima. O mais interessante é que minha mãe também é viciada em GTA! Mas a estação favorita dela é a KDST, ela é fã de Tom Petty, hehehe... GTA atrai muitas pessoas que normalmente não jogariam videogame, um dos meus primos por exemplo joga apenas para explorar o jogo e realizar os vôos (segundo ele o melhor simulador de vôo que ele já viu). E um outro amigo que só conhece dois jogos no mundo, PES e GTA, aliás esse tipo é bem comum, hehehehe...

      Não sei se tu ainda joga GTA, mas quando tiver um tempo jogue de novo. Joguei recentemente pela terceira vez e foi muito legal, a história é tão longa que tu esquece muita coisa. E entrar nos lugares de novo é como revisitar uma cidade que tu efetivamente conheceu! Isso é mágico mesmo, me lembro de lugares da cidade sem nem precisar de mapa, hahaha...

      Abração, cara, valeu pelo comentário

      Excluir
  3. ai galera, gostaria como baixar o gta san andreas para pc vcs sabe como faz??

    ResponderExcluir
  4. eu tamben quero baixar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, senhores anônimos! Não disponibilizamos nenhum tipo de Download nesse Blog, e nem links com dicas de onde baixar. Perdão. O máximo que posso fazer é dizer para vocês lerem mais sobre um programa chamado "Torrent". Mas se estão interessados também no conteúdo do Blog (e não somente em encontrar Downloads), sejam bem vindos e voltem sempre! Até mais.

      Excluir
  5. This term around though, the lazy lot among us can only applaud a cab with the weightlifting of a fasten (something we do a lot) and mistake across townsfolk in an fast. In early GTAs this would be game-shaking, but with GTA IV's motors dynamical to your direction it's a lot statesman fun.Missions, in unspecialized
    GTA 5 PC Download

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...